© 2019 - autoplayerz - Todos os direitos reservados

  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Flickr Icon
  • Grey Twitter Icon

A PRESSA COMO INIMIGA

July 14, 2012

Uma nova vertente de customização dos Volkswagens a ar, vem ganhando força: a dos chamados "late models" ou em bom português - modelos modernos.

Pelo menos aqui no Brasil, o grande problema dos Fusquinhas de carrocerias mais modernas, é que durante um bom tempo eles conviveram, não somente com carros de concepção mais moderna, como também com os acessórios para estes carros. Não existiam lá nos anos 80 e 90 muitos itens de personalização, que fossem bacanas e fizessem o estilo dos fusquinhas. Então a opção era partir para o que se tinha em mãos: era um festival de fuscão pintado no azul do GTi, com antena do mesmo no teto, retrovisor de Santana e roda moderna. Credo.



Eu mesmo tinha como sonho de primeiro carro um Fusca "Fafá", branco com antena GTi e roda "esfiha" aro 15. Credo x2!

Bem, e o Fusca aí da foto com isso? Explico:​ 



O Dono, o "Sr." Reginaldo - acho que ele vai ficar bravo pelo "Sr." - (vai nada, baita gente fina) comprou este Fusca '85 1600, há cerca de uns 10 anos atrás. O carro era branco, precisava de um talento na lataria e, ainda influenciado pelas já citadas tendências "noventistas", Reginaldo planejava pintar o Fuca de branco perolizado igual ao dos GTi.

 

Mas aí ao chegar na oficina, para a restauração a coisa foi mudando de figura. Depois de completamente desmontado o Volks revelou que ia precisar de um extenso trabalho de funilaria. Arrumou o que tinha que arrumar na carroceria e trocou todas as peças que são facilmente substituíveis (paralamas, capô, portas). Na lista também entraram os assoalhos e caixas de ar que foram trocadas por peças novinhas.



Aí, segundo o próprio Reginaldo, a restauração seguiu de acordo com o método Jaque: "já que tá mexendo na lataria, vamos fazer shaved!" (sem frisos, emblemas, maçanetas e nem piscas). "Já que tá shaved, vamos colocar vidro inteiriço"...​



E assim uma coisa foi puxando a outra e ( já que) o carro estava todo raspado e a pintura ia ter que ser feita do zero, porque não trocar a cor? Foi aí que a idéia do branco pérola ficou para trás, sendo substituida pelo belíssimo Negro Esmeralda, das BMW. O Carro é preto, mas com um pigmento perolizado que puxa para o verde. No sol parece que é verde, no escuro parece que é preto. Muito bonito mesmo.

Depois de pintado o carro foi ganhando acabamentos e acessórios de qualidade: retrovisores e parachoques do modelo mexicano, sendo que os parachoques agora abrigam os piscas que foram retirados dos paralamas e também servem de suporte para os faróis de milha. O vidro traseiro, foi trocado por um com desembasador traseiro.

 

Internamente o carro ganhou tapeçaria completamente nova, toda em couro e carpete bege, que formam um belo contraste com a cor da carroceria. Os detalhes internos ficam por conta da miniatura estilo cartoon no tampão traseiro - devidamente caracterizada como o carro real - e da cestinha EMPI. Coisa de fusqueiro. Os cuidados com o acabamento se estenderam até o portamalas, que foi revestido com tecido xadrez.



O Fusquinha ganhou depois um valente motor 1900cc, que surpeendia muitos desavisados por aí, mas infelizmente o carro sofreu um pequeno acidente e o 'milinove' teve que ser deixado de lado. Reginaldo perdeu um pouco do tesão no carro e acabou colocando-o à venda, com o motor 1600cc. Com a venda concretizada, Reginaldo comprou um Gol G4 turbo, mas incrívelmente numa dessas idas e vindas da vida, numa história destas que parece que só acontecem com os Fuscas, o carro acabou voltando para suas mãos.



A idéia era que o carrinho agora servisse à esposa dele, mas esta, apesar de inicialmente animada, acabou aos poucos deixando o carrinho de lado. Foi aí então que ele resolveu se reapropriar do Volks e dar continuidade ao projeto: entraram as rodas do Porsche 914 e o teto solar de lona feito pelo pessoal da Ragtop. Já vi um ou dois carros com estes tetos e o resultado é de deixar a gente de queixo caído! O trabalho é muito bem feito... realmente parece que o teto solar está lá desde que o carro veio da fábrica.



E com isso estava fechado o pacote da melhor forma possível. Rodas Porsche + Ragtop + interna caramelo. E pensar que o mais natural há 10 anos atrás é que ele fosse branco pérola, talvez com retrovisor de Santana, talvez com umas rodas grandes, réplica de Audi, ou de Gol. 

Ainda bem que os tempos mudam e que o Fusquinha tenha precisado ficar tanto tempo na restauração, pois assim houve tempo de desenvolver idéias e ir amadurecendo o projeto, pois afinal a pressa é inimiga da perfeição.
 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Churrasburguer 2016

October 3, 2016

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Flickr - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
Inicio
0